Artigos

Uma em cada duas pessoas discrimina em função da idade

Relatório da ONU alerta para a discriminação em função da idade, o designado “idadismo”.

 

Uma em cada duas pessoas no mundo discrimina em função da idade, segundo um relatório das Nações Unidas (ONU) divulgado esta quinta-feira , com recomendações aos Governos para que adotem medidas jurídicas e sociais para combater estes preconceitos.

O relatório, elaborado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em colaboração com várias agências da ONU, incluindo para os Direitos Humanos, sublinha que este tipo de discriminação “contribui para a pobreza e a insegurança económica das pessoas na velhice”, aumentando o isolamento social e a solidão dos idosos.

O estudo, com que a ONU espera lançar uma campanha mundial, conclui que este tipo de discriminação se verifica sobretudo nos jovens, é mais frequente nos homens que nas mulheres e em pessoas com menos formação.

O chamado “idadismo” pode traduzir-se em várias formas de discriminação, aponta o estudo, a começar pelo acesso a serviços de saúde, patente no início da pandemia de covid-19, quando hospitais saturados optaram por salvar pacientes mais jovens, perante a escassez de ventiladores ou de camas nas unidades de cuidados intensivos.

 

 

FONTE: TSF

 

 

FOTO: © Maria João Gala/Global Imagens

74 views
cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail