Artigos

#StopIdadismo: Banco de Portugal define limites máximos de idade para o crédito à habitação

Um exemplo claro e inaceitável de #idadismo, desta vez do Banco de Portugal.

Para o regulador o objetivo é que “as instituições não assumam riscos excessivos”…

Faz algum sentido limitar o acesso ao crédito à habitação, apenas e só com base no critério idade? Na nossa ótica, não faz qualquer sentido. Mais uma forma de discriminação com base na idade. #StopIdadismo 

O BdP definiu limites às durações dos créditos à habitação, sendo que para clientes acima de 35 anos a maturidade deve ser até 35 anos e créditos até 40 anos só para quem tenha até 30 anos.

Para clientes com idade superior a 35 anos a maturidade do crédito deve ser no máximo de 35 anos.

Para clientes bancários com idade superior a 30 anos e inferior ou igual a 35 anos, a duração máxima do crédito deve ser de 37 anos.

Por fim, já quem tenha idade inferior ou igual a 30 anos, a maturidade máxima dos créditos à habitação deve ser de 40 anos, diz o Banco de Portugal.

Estas alterações entram em vigor em 1 de abril.

A recomendação atual definia os 40 anos como limite da duração do empréstimo.

 

FOTO DE CAPA: O governador do Banco de Portugal (BdP) e ex-ministro das Finanças, Mário Centeno – MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

 

434 views
cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail