Artigos

IDADISMO: “uma forma de discriminação contra a qual devemos lutar”

A Associação Stop Idadismo fez-se representar pelo seu presidente, José Carreira, no lançamento do livro “Devo Fechar a Porta?”, no Porto, no dia 15 de junho, na FNAC Norte Shopping.

O autor, Eduardo Paz Ferreira, e José Carreira, Presidente da Associação Stop Idadismo

A apresentação esteve a cargo de João Pedro Matos Fernandes, engenheiro e ex-ministro do Ambiente, Paula Franco, bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC), e Eduardo Vítor Rodrigues, doutor em sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e presidente da Câmara Municipal de Gaia.

Na nota introdutória do livro, o autor dá o mote:

“Penso que, para além de lutar contra as imposições legais, nos cabe contribuir, pela ação individual, para eliminar a regra não escrita que diz que, independentemente das nossas condições intelectuais, vontade e energia pessoal, temos de deixar o mercado de trabalho a partir de uma determinada idade. Essa é uma forma de discriminação contra a qual devemos lutar, como já lutámos contra outras.”

José Carreira aproveitou a oportunidade para parabenizar o professor Eduardo Paz Ferreira pelo lançamento do livro e agradeceu a referência à criação da Associação Stop Idadismo no capítulo “Disseminando o idadismo” (p.106).

Segundo José Carreira, “O lançamento do livro “Devo fechar a porta? tempos de idadismo e outros ismos”, por uma figura de referência nacional, como é o senhor professor Eduardo Paz Ferreira, contribui, em grande medida, para aumentar a consciencialização pública e reforça o sentido da nossa missão no combate ao idadismo.”

Na conclusão do livro, o professor afirma: “Não tenho o direito de deixar de colocar o meu conhecimento e a minha energia ao serviço do interesse público e do bem comum”. Até porque a sua perceção do envelhecimento, mais do que o peso da própria idade, é-lhe dada “pelo seu reflexo no modo como o mundo passou a relacionar-se comigo”. Nunca deixará de ser advogado, uma condição que se lhe “cola à pele”. Por isso, a porta do seu escritório “continuará aberta”.

 

635 views
cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail